Voltar

Concorrencial

Natura e Avon devem ter aval do Cade, dizem especialistas

News — maio 30, 2019

O Valor Econômico entrevistou nosso sócio Ricardo Gaillard, para falar sobre a aquisição da Avon pela Natura.

Para ele, o CADE deve avaliar criteriosamente as consequências no mercado e pensar em um possível remédio para engajamento dos terceiros, que em sua opinião deveria ser a venda de alguma das marcas. “O fator de criticidade não está ligada somente à concentração, mas a outros elementos da análise como rivalidade, condições do mercado, sinergias da operação, cenário para novo concorrente e segmentos afetados”, afirmou.

A matéria mencionou dados sobre essa futura nova empresa e seu novo posicionamento no mercado. Além de, abordar visões de outros especialistas, que afirmam o provável aval do CADE devido a existência de concorrentes capazes de participar dessa disputa. Leia a matéria na íntegra.

Ricardo Lara Gaillard

Sócio(a)

Ver Perfil
Concorrencial

O Brasil, cada vez mais, está reverberando a tendência global de aumentar a proteção à livre concorrência, impulsiona...

Saiba Mais